O massacre da praça da Paz Celestial, na China, completa 20 anos

,
O massacre da praça da Paz Celestial, na China, que completa 20 anos agora, continua uma ferida não cicatrizada na história do país. A repressão aos manifestantes, a maioria estudantes que reivindicavam maior abertura política, deixou um saldo de mortos e feridos que permanece indefinido. O Partido Comunista chinês jamais divulgou um balanço sobre o número de vítimas, mas acredita-se que a contagem ultrapasse as centenas. Os livros escolares não mencionam o evento, considerado pelo governo uma "rebelião contra-revolucionária". Fonte: Edilson Saçashima - Do UOL Notícias - Em São Paulo

(“A 4 de junho de 1989, o exército chinês encerrou de forma brutal o protesto em massa por liberdade e democracia, na Praça da Paz Celestial, em Pequim. A violência militar teve um saldo de 3,6 mil mortos e 60 mil feridos”.)
Foto de Jeff Widener conhecida como “O Rebelde desconhecido de Tiananmen”

2 comentários:

Juliana de Souza disse...

Oi Luciano! Não sei se lembra de mim. Sou a Juliana, servidora lotada na Sejus (por enquanto :) e também colaboro na Rádio, com o Revista 100,9. Nós já nos encontramos por lá. Bom, escrevo pra dizer que, a despeito de não ser da turma que apóia o Governo Arruda (por váááários motivos que não vale a pena dizer aqui), abri uma exceção para vc porq considero seu blog bem bacana e tenho ouvido algumas vezes também seu programa na rádio (bem, quanto a isso tenho algumas sugestões que te digo depois). Eu já tenho inclusive, há algum tempo, um link no meu blogroll para o seu blog. Bom, é isso. A gente se vê por aí. ;)

Corrente Juventude disse...

Obrigado pelo carinho! Quanto as sugestões, elas são sempre muito legais. Vamos nos encontrar. Quem sabe eu posso ajudar a solucionar suas dúvidas.

Um abraço,

Luciano Lima

Postar um comentário